Imprimir Imprimir      Envie a um amigo... Envie esta página

 Dia da Europa, dia 9 de Maio,  foi assinalado com a realização de um Seminário sobre «Oportunidades de Emprego – Realidades e Desafios».

A iniciativa contou com as intervenções de Cármen Lopes, Conselheira EURES – Portal Europeu da Mobilidade Profissional, Susana Oliveira, representante do Kerigma – Instituto de Inovação e Desenvolvimento Social, Márcia Sílvia, da Associação Comercial e Industrial de Esposende (ACICE), e João Nogueira, diretor-geral da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV).

Manuela Cunha, vice-presidente do IPCA, afirmou que “a comemoração deste dia visa proporcionar e promover uma aproximação à Europa”, destacando as preocupações da União Europeia com a mobilidade e o emprego.

“A nossa formação é um dos poucos trunfos que podemos fazer valer para a nossa inserção no mercado de trabalho”, salientou Manuela Cunha, desafiando os estudantes a procurarem “perceber o que esse mercado precisa”.

Destacou, ainda, a “importância da língua inglesa”, que considerou “um elemento fundamental nos tempos que correm”, não só ao nível do ensino superior e da investigação, mas também do próprio futuro profissional.

Susana Oliveira, da Kerigma, deu a conhecer vários projetos de mobilidade que esta instituição tem em curso, destacando o programa «Bridge for Globalization», que proporciona experiências profissionais de seis meses no Reino Unido e dois meses na Alemanha.

Em relação ao caso alemão, sublinhou que “ainda existem, neste momento, cinco vagas por preencher”, estando abertas as candidaturas para indivíduos residentes no distrito de Braga que sejam licenciados, desempregados ou estejam à procura do primeiro emprego.

Em direto de Inglaterra, via skype, uma jovem doutorada em Psicologia apresentou o seu testemunho sobre a experiência vivida ao abrigo deste programa. “Estar cá, em Londres, tem significado uma oportunidade única de desenvolvimento pessoal, estabelecimento de contactos e abertura de portas”, disse.

Márcia Silva, da ACICE, apresentou os serviços prestados pelo respetivo Gabinete de Inserção Profissional, tendo como público-alvo os desempregados, casos de desemprego iminente, jovens à procura do primeiro emprego e profissionais que pretendam mudar de ramo.

Referindo-se às estatísticas mais recentes, Márcia Silva revelou que “as zonas Norte e Centro são as que estão, neste momento, a contratar mais”, pelo que desafiou os estudantes presentes a ficarem atentos às oportunidades.

Destacou, a propósito, o programa Estímulo 2013, recentemente criado, destinado à promoção da contratação e formação profissional de desempregados.

José Nogueira, diretor da EPATV, seguiu o exemplo dos anteriores oradores ao realçar as vantagens da mobilidade, salientando que “vale a pena ver novas culturas e ter novas experiências”.

Por fim, Cármen Lopes, Conselheira da EURES, apresentou os serviços desta rede, salientando três pontos-chave: informação, apoio à colocação/recruta e aconselhamento.

“A rede EURES permite conhecer as regras e especificidades de cada país-membro da União Europeia ao nível do emprego”, disse, destacando os serviços disponibilizados pelo Portal Europeu da Mobilidade Profissional e Portal para Investigadores, entre outros.


.
. 253 965 769
Solicite informações Solicite Informações
logos
Largo Comandante Oliveira Martins, nº 12 e 13 - 4740 Esposende
Copyright © ACICE 2018. Todos os direitos reservados.
Esta página carregou em 0.433885 segundos.